registre | Login
Seu Carrinho de Compras está vazio

 
Londrina, PR. 05/10/13. 11 Festival de Danca de Londrina. Primeira apresentação do grupo português no Brasil. Três bailarinas lançam-se nos ares, rumo à imensidão azul. O significado e a simbologia desta cor inspiram a companhia portuguesa Dancenema a conceber “Azul Infinito”.  O espetáculo de dança aérea cria imagens poéticas para traduzir as sensações despertadas por suas várias matizes. Com a pele pintada minutos antes da apresentação, as personagens alçam-se em trapézios, vencem a gravidade e transitam entre coreografias que vão da liberdade de um vôo à angústia de um corpo que balança no vazio. A verticalidade da subida contrasta com sequências de movimentos horizontais, no solo - referência aos tons que tingem céu e mar. Outros jogos antitéticos aparecem: o abandono e a resistência, o equilíbrio e o desequilibro, a harmonia e a desarmonia, a potência e a inércia. Aos olhos do espectador, a relação cromática não é imediata, mas nasce do lirismo de um espetáculo que conjuga à dança contemporânea elementos das artes plásticas e das artes circenses. É a segunda vez que o Dancenema apresenta-se no Festival de Dança de Londrina. Compahia Dancarema / Portugal. Foto: Dorivan Marinho


    Prev. Image    
Send to Friend
Request a Quote
Get Link
    Next Image

Propriedades Mídia
Referencia Mídia #
MP_0HQCCFY
Nome de Mídia:
Festival de Dança de Londrina
Autor:
Dorivan Marinho
Copyright:
Dorivan Marinho / Midas Press
Acessos:
444
Última Modificação:
12/02/2014
Data Adicionado:
12/02/2014
Tipo de Licença:
Rights Managed
Tipo de Mídia:
Image
Release Status:
No Release  
Preto & Branco:
No
Orientação:
Horizontal
Venda:
0 times
Descrição:
Londrina, PR. 05/10/13. 11 Festival de Danca de Londrina. Primeira apresentação do grupo português no Brasil. Três bailarinas lançam-se nos ares, rumo à imensidão azul. O significado e a simbologia desta cor inspiram a companhia portuguesa Dancenema a conceber “Azul Infinito”.  O espetáculo de dança aérea cria imagens poéticas para traduzir as sensações despertadas por suas várias matizes. Com a pele pintada minutos antes da apresentação, as personagens alçam-se em trapézios, vencem a gravidade e transitam entre coreografias que vão da liberdade de um vôo à angústia de um corpo que balança no vazio. A verticalidade da subida contrasta com sequências de movimentos horizontais, no solo - referência aos tons que tingem céu e mar. Outros jogos antitéticos aparecem: o abandono e a resistência, o equilíbrio e o desequilibro, a harmonia e a desarmonia, a potência e a inércia. Aos olhos do espectador, a relação cromática não é imediata, mas nasce do lirismo de um espetáculo que conjuga à dança contemporânea elementos das artes plásticas e das artes circenses. É a segunda vez que o Dancenema apresenta-se no Festival de Dança de Londrina. Compahia Dancarema / Portugal. Foto: Dorivan Marinho
Palavras Chaves:
Photographer:
Metadata
Created Date
City
Country
Commentários



Please Login to see your lightbox contents